fbpx
Site Loader
Ainda que você se informe, estude a legislação e confira as etiquetas dos seus produtos, é possível que algo saia errado, por diversos motivos: falta de atenção no desenvolvimento,  interpretação errada das regras, informações equivocadas do fornecedor, etc. E, o que fazer quando isso acontece? Nos casos em que as etiquetas de composição dos seus produtos estiverem em desacordo com o que estabelece o Regulamento Técnico Mercosul para Etiquetagem de Produtos Têxteis, a solução para você evitar problemas e prejuízos é substituir as etiquetas erradas por etiquetas corretas, antes que o produto seja distribuído para venda no mercado. Caso os produtos cheguem ao mercado com as etiquetas em desacordo com a regulamentação, o responsável pelo produto poderá receber autuações e multas, cujo o valor varia de acordo com a gravidade do erro e com a reincidência. Por curiosidade, com base em informações dos últimos anos publicadas pelos IPEMs regionais (Instituto de Pesos e Medidas), em média no Brasil a indústria têxtil e de confecção paga por ano cerca de R$ 100 milhões em multas apenas por etiquetagem errada. É importante se atentar pois a última regulamentação foi publicada em março desse ano e ainda existem muitas empresas errando as etiquetas dos produtos e tendo prejuízos que poderiam ser evitados. Quando uma empresa recebe uma multa por etiquetagem errada, ela pode fazer uma defesa técnica. Essa defesa deve ser embasada nos artigos do Regulamento Técnico Mercosul para Etiquetagem de Produtos Têxteis e direcionada para o IPEM estadual que lavrou a autuação. A substituição das etiquetas erradas por etiquetas certas antes que o produto saia da fábrica é importante não apenas para evitar multas, mas também para evitar:
  • Devolução de pedidos, principalmente nos casos de confecções que fazem private label;
  • Produtos retidos na alfândega (no caso de produtos importados);
  • Desgaste da relação com o cliente quando você tem o pedido devolvido;
  • Atraso da entrega, atraso do pedido de chegar na loja, o que atrapalha as vendas.
Ou seja, custos muito mais altos do que a própria multa! Agora, como saber se as suas etiquetas estão realmente certas, de acordo com a regulamentação? Temos uma dica! 1 – você pode testar gratuitamente o sistema etiqueta certa e comparar a etiqueta que você vai desenvolver no sistema, com as suas etiquetas atuais. No sistema etiqueta certa as etiquetas estão SEMPRE corretas, então você tem uma fonte confiável para sua consulta – clique aqui e acesse o sistema Etiqueta Certa. Curtiu esse artigo? Compartilhe! E se você quer conhecer o sistema Etiqueta Certa e desenvolver etiquetas de maneira mais produtiva e segura, entre em contato conosco pela nossa aba “Contato” ali em cima ou clique aqui para agendar uma demonstração gratuita.

Post Author: etiquetacerta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *