fbpx
Site Loader

Toda crise passa! E quando essa passar o que podemos esperar?

De certo, passaremos por um processo de reestruturação econômica, social e organizacional com o fim da pandemia, que trará mudanças ao ambiente com que estávamos acostumados.

O relatório The State of Fashion 2020 Coronavirus Update, desenvolvido pela consultoria americana McKinsey & Company, reúne alguns dados pensados para o cenário da moda durante e após a pandemia causada pelo Covid-19.

Com este novo cenário podemos esperar: a modificação no comportamento de consumo durante e pós pandemia e a uma transformação digital significativa nas empresas. Isto porque, mais do que nunca, as marcas procuram investir em meios criativos para recuperar seu valor e missão frente aos desafios do mercado.



DIGITALIZAÇÃO DE PROCESSOS

A tecnologia está ganhando espaço com a realização de desfiles virtuais, desfiles digitais, transmissões ao vivo e design 3D. Assim como dito antes, a crise trará também um processo de inovação para o futuro da indústria. Agora mais do que nunca é preciso fazer diferente aquilo que era tradicional, criar padrões para os processos produtivos e pensar o novo vai ser a “carta na manga” de muitas marcas.

Muitas organizações terão que renunciar aos processos tradicionais operados por gestores se quiserem ter alguma chance de se adaptar ao novo mercado e comportamento de consumo que irá surgir, neste caso uma empresa digital pode também significar uma empresa resiliente.

O relatório aponta um aumento de 84% no trabalho remoto, 79% nas videoconferências e 58% em horas de trabalho flexíveis para o setor de moda. De fato, a digitalização de processos em toda indústria já é uma realidade que está ganhando espaço ainda mais pela crise atual. No Brasil já contamos com muitos empreendimentos de solução digital para diversos processos da cadeia como: Audaces, U.Mode, Mode.me e Etiqueta Certa que automatizam operações poupando custos, tempo e mão de obra.


SUSTENTABILIDADE

É previsto um crescimento na aplicação de conceitos de sustentabilidade na cadeia têxtil como um todo, à medida que o consumidor passar a exigir mais das marcas de quem compra e repensa seu padrão de consumo durante a pandemia.

O texto afirma que a pandemia irá intensificar a valorização de temas como sustentabilidade, consumismo, materialismo e práticas responsáveis de negócios. Cerca de 15% dos consumidores dos Estados Unidos e Europa esperam investir em peças ecológicas e socialmente sustentáveis. A confiança do consumidor será o “colete salva-vidas” de muitas marcas que se deparam a uma situação de crescer o quebrar perante a crise.

E se você quer conhecer o sistema Etiqueta Certa e desenvolver etiquetas de maneira mais produtiva e segura, entre em contato conosco pela nossa aba “Contato” ali em cima ou clique aqui para agendar uma demonstração gratuita.


Post Author: Ruth Mineo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *