fbpx
Site Loader

Autores: Karine Liotino e Mariana Amaral, fundadoras do Etiqueta Certa

É muito importante conhecer os órgãos e documentos envolvidos na etiquetagem dos produtos têxteis e de vestuário, para saber o que, quando e onde consultar na hora de fazer sua etiqueta.

Citaremos primeiro o INMETRO – Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia que tem, dentre as muitas atribuições, a responsabilidade de executar as políticas nacionais de metrologia e da qualidade, inclusive de produtos têxteis, junto ao CONMETRO, Conselho Nacional De Metrologia, Normalização E Qualidade Industrial, que foi o responsável por estabelecer o regulamento técnico de etiquetagem.



Também temos a ABNT, a Associação Brasileira De Normas Técnicas, responsável por desenvolver normas que estabelecem padrões em diferentes indústrias e processos. A grande maioria das normas desenvolvidas pela ABNT são voluntárias, a empresa adota e utiliza se quiser, salvo aquelas que se tornam obrigatórias por conta de uma regulamentação, como é o caso da famosa norma 3758 de cuidados e conservação de produtos têxteis, que é obrigatória.

As normas são criadas a partir de uma demanda que pode ser apresentada por qualquer pessoa, empresa, entidade ou organismo regulamentador. A indústria têxtil possui um comitê estabelecido e muito atuante, nomeado como Comitê Brasileiro 17, que já possui mais de 200 normas publicadas.

Por último temos o IPEM – Instituto de Pesos e Medidas. Um órgão com unidades estaduais que são responsáveis por ir aos estabelecimentos e fiscalizar se os produtos estão em conformidade com as regulamentações, no caso da indústria têxtil e vestuário, fiscalizam as etiquetas conforme a Portaria 166 que estabelece as regras para fiscalização dos produtos têxteis em relação à etiquetagem e qualidade.

Em resumo, essas são as três instituições que estão envolvidas na regulamentação de etiquetagem, seja para normalizar, regulamentar ou fiscalizar.

O papel da Etiqueta Certa nesse mercado é ser um canal direto, rápido e confiável para que as empresas produtoras de fios, tecidos e confeccionados possam estar atualizadas e ter um apoio sobre as questões técnicas que envolvem o produto têxtil, principalmente, etiquetagem.

A carência do mercado é tão grande por informações, que em poucos meses de existência da Etiqueta Certa, passamos a atender importantes marcas e empresas brasileiras e, até mesmo, internacionais.
Ficou interessado? Saiba mais sobre o Sistema Etiqueta Certa.

E se você quer conhecer o sistema Etiqueta Certa e desenvolver etiquetas de maneira mais produtiva e segura, entre em contato conosco pela nossa aba “Contato” ali em cima ou clique aqui para agendar uma demonstração gratuita.


Post Author: etiquetacerta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *